SEO ou Search Engine Optimization.

SEO Search Engine Optimization

É o processo que usamos para melhorar a visibilidade de um site... Mais informações »

Dicas Para Blog

Dicas Para Blog

Aqui você encotra tudo sobre personalização de blog... Mais informações »

Ganhado Dinheiro

Ganhado Dinheiro

Diversas formas de ganhar dinheiro com seu site ou blog... Mais informações »

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui

Banner aleatório fica exposto de forma dinâmica, intercalando a divulgação com outro anunciante do site... Saiba Como »

Envie sua sugestão

Envie sua sugestão

Deixe sua sugestão para que possamos melhorar ainda mais a qualidade do nosso serviço... Envie sua sugestão »

Facebook apresenta Graph Search, seu motor de busca social

Como vimos há alguns dias, o Facebook tinha convocado um evento para hoje (15), e com 3 minutos de atraso Mark Zuckerberg entrou na sala do novo campus de Menlo Park. O CEO da “grande rede social” começou a falar sobre o objetivo do serviço e a importância das conexões entre os usuários, e esse foi o motivo principal do evento, apresentar um motor de busca social, Graph Search. Se transportássemos as conexões que temos com os nossos amigos do “mundo real”
ou “mundo virtual”, em


ambos os casos poderíamos representa-las por um gráfico onde cada pessoa é um nó que está conectado a outros nós, formando uma rede, uma representação que o Facebook explora dentro de sua rede social para mostrar os conteúdos, oferecer sugestões de pessoas que você pode seguir e criar uma experiência para cada usuário.

Como bem comentou Zuckberg durante os primeiros minutos de seu discurso, a experiência do usuário no Facebook é baseada em dois pilares, e agora, um terceiro é incorporado a este sistema. Por um lado temos o feed de notícias, ou seja, as publicações da rede de amigos ou páginas seguidas, por outro lado temos aquilo que o usuário publica na rede social, ou seja, suas atividades (materializadas na linha do tempo), e a partir de agora, também foi agregado o Graph Search, um motor de busca social, cujo conceito está longe de motor de busca tradicional que se dedica a indexar conteúdos web.
O Facebook não vai se dedicar a plataforma para indexar as publicações, já que o seu objetivo é indexar as conexões desse gráfico formado pelos usuários e suas publicações. Todos os dias chegam ao Facebook em torno de um milhão de novos usuários, há cerca de 240 bilhões de imagens hospedadas na plataforma, mais de um bilhão de usuários ativos e mais de 1 trilhão de conexões entre usuários, que agora o Facebook procura explorar ligando usuários entre si e suas atividades.
E para que serve Graph Search? Consideremos por um momento que você passará o fim de semana em Londres e, por exemplo, quer encontrar com alguns de seus amigos que moram lá ou alguém que não vê há tempos. Com Graph Search é possível responder perguntas do tipo “quais contatos vivem em Londres?” ou “Quem gosta de Star Wars?” ou “ver as fotos de meus amigos postadas em 2009”, isto é, levantar questões complexas que explorem a relação entre usuários e os conteúdos que eles têm associados.
graph search
E quanto à privacidade? Com Graph Search o Facebook não ficará sabendo muito mais sobre nós? Realmente, toda a informação está lá e não está sendo gerado nada de novo, os dados estão apenas sendo reciclados para oferecer experiências mais personalizadas. A informação usada é a que foi compartilhada e que é pública, duas variáveis são utilizadas para definir a visibilidade das pesquisas e os resultados. De acordo com Zuckerberg, 10% do poder de computação dos servidores do Facebook é usado para realizar controles de privacidade (e, teoricamente, estão conseguindo realizar sua tarefa).
Graph Search ainda não foi implantado totalmente, mas os interessados em experimentar esta ferramenta podem se juntar a lista de espera que o Facebook abriu e também serve para apresentar este novo recurso em fase beta, e que mudará a maneira como encontramos informações no Facebook.







 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...